O PROJETO GEOPARQUES DO BRASIL DA CPRM

 

O Projeto Geoparques, criado pelo Serviço Geológico do Brasil – CPRM em 2006 tem um importante papel indutor na criação de geoparques no Brasil, uma vez que esse projeto tem como premissa básica a identificação, levantamento, descrição, inventário, diagnóstico e ampla divulgação de áreas com potencial para futuros geoparques no território nacional.

 

Para esse trabalho concorre a experiência do corpo técnico da empresa, além do aporte de estudos e propostas da comunidade geocientífica. Em alguns casos, essa atividade indutora é feita em parceria ou com o apoio de entidades governamentais ou privadas, em especial universidades (o que foi o caso inicial do Projeto Geoparque Seridó), que tenham interesses comuns, em consonância com as comunidades locais. A ação catalisadora desenvolvida pela CPRM representa, entretanto, somente o passo inicial para o futuro geoparque. A posterior criação de uma estrutura de gestão do geoparque, contando com pessoal técnico especializado e outras iniciativas complementares, é essencial e deverá ser proposta por autoridades públicas, comunidades locais e interesses privados agindo em conjunto.

 

O Brasil, com sua rica geodiversidade, contendo testemunhos de praticamente todas as eras geológicas e aliada à sua imensa extensão territorial, possui grande potencial para a proposição de geoparques. Registros importantes dessa história, alguns de caráter único, representam parte do patrimônio natural da nação. A existência de registros do patrimônio geológico é condição sine qua non, mas não é suficiente para a proposição de um geoparque, na concepção do Programa Mundial de Geoparque UNESCO. É necessário envolver uma iniciativa inovadora destinada a proteger e gerir o patrimônio geológico de forma sustentável, maximizando o geoturismo em benefício da economia local e ajudando as pessoas a compreenderem a evolução de sua paisagem. Como já referido, o Brasil tem somente um geoparque integrado no Programa Mundial de Geoparque UNESCO, o Geoparque Araripe (oficializado em 2006), o primeiro das Américas.

 

Mais detalhes em:

http://cprm.gov.br/publique/Gestao-Territorial/Geoparques-134