Coordenadas: 6º42’49’’ S / 36º38’05’’ W

Município: Parelhas

Descrição: O Geossítio Mirador está situado a 4 km, a SE, do centro de Parelhas, próximo ao Açude público Ministro João Alves (mais conhecido como Açude Boqueirão de Parelhas).

No geossítio ocorrem metaconglomerados com seixos de gnaisses, xistos e quartzitos em matriz quartzosa de granulometria média e cor verde a cinza. A matriz é formada por plagioclásio, quartzo, microclina, biotita e clorita. Ocorrem ainda quartzitos formados por quartzo, muscovita, epidoto e minerais opacos, de cor branca a creme. Ambas fazem parte da Formação Equador.

Ocorre neste geossítio uma geoforma resultante da atuação do intemperismo e processos erosivos pela ação das chuvas e ventos, conhecida como Pedra da Boca.

O local é importante e mais conhecido por abrigar o Sítio Arqueológico Mirador. Neste estão presentes inúmeras pinturas rupestres, nas cores vermelha, amarela e branca, classificadas como Tradição Nordeste, subtradição Seridó. As pinturas são de humanos, cervídeos, felinos e aves (emas, papagaios).

Pesquisas realizadas pelo Núcleo de Estudos Arqueológicos da UFPE, no início da década de 1980, também descobriu uma necrópole indígena infantil, ossos de roedores e contas de colar (de ossos e conchas), além de carvão. A datação radiocarbônica do carvão associado aos restos de enterramentos infantis foi de 9410 anos antes do presente. O referido sítio faz parte do Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos do IPHAN, sob o número CNSA RN00024 (Figuras 95 a 96) (Martin, 1996).