Coordenadas: 6º19’12” S / 36º33’06” W

Município: Currais Novos

Descrição: O Geossítio Mina Brejuí está situado a 10 km, a SE, do centro de Currais Novos, na margem direita da BR-427 que liga Currais Novos a Acari. Até o geossítio é possível identificar afloramentos de micaxistos e pegmatitos.

Neste geossítio ocorrem diferentes tipos de rochas. É comum identificar paragnaisses de cor cinza, constituídos de quartzo, feldspato e biotita, além de epidoto, microclina, muscovita, minerais opacos, tremolita/actinolita, por vezes destacando níveis centimétrico de calciossilicática composta principalmente de epidoto, titanita, quartzo, plagioclásio, apatita, hornblenda, malaquita, molibdenita e tremolita/actinolita. É principalmente nas rochas calcissilicáticas que ocorrem a mineralização de tungstênio, devido a presença de scheelita. Exibe forte foliação marcada pelas orientações de biotitas e nível calciossilicático, com granulometria fina (paragnaisse) a média (calciossilicática). As condições metamórficas destas rochas atingiram a fácies anfibolito superior evidenciada pela formação de microclina, plagioclásio e anfibólio substituindo a biotita. Além dessas rochas ocorrem ainda, sob a forma de camadas, mármores de cor cinza clara a branca e predominantemente monominerálica carbonática. A rocha é homogênea e compacta, formada essencialmente por calcita, tendo eventualmente minerais opacos, tremolita e mica branca, com granulometria média.

Neste geossítio estão situados atrativos turísticos que compõem o Parque Temático Mina Brejuí, criado em 2000 e que até 2009 já tinha recebido mais de 26 mil visitantes, entre turistas e estudantes do Brasil e exterior, com destaque para: i) os Túneis e as Galerias [passeio por cerca de 300 metros de túneis e galerias devidamente adaptados à visitação turística, onde o visitante conhece as rochas da região, podendo visualizar a scheelita com o auxílio do mineralight (equipamento usado no estudo da fluorescência dos minerais)], as chaminés (por onde passava o minério de um nível para outro da mina) e as colunas de sustentação da mina; ii) Memorial Tomaz Salustino (museu que conta a história do fundador da mina); iii) Museu Mineral Mário Porto (local com inúmeros exemplos de minerais e rochas); iv) Mirante das Dunas (dunas formadas pelo acúmulo de rejeito da mina); v) Igreja de Santa Tereza (construída na vila dos operários da mina); e vi) Gruta de Santa Bárbara (construída em homenagem a santa) (Figuras 45 a 52) (Cavalcanti Neto, 1986; Souza, 1996; Nesi et al, 2001).