Coordenadas: 6º26’19” S / 36º38’28” W

Município: Acari

Descrição: O Geossítio Cruzeiro de Acari está situado na área urbana do município homônimo, no início da antiga RN-11 (atual RN-228) que liga Acari a Cruzeta, ao lado do Museu do Sertanejo.

Neste geossítio ocorrem granitos inequigranulares de textura média a grossa, de cor cinza, compostos por fenocristais de K-feldspato (alcançando até cinco centímetros em seu eixo maior), quartzo, plagioclásio, e em pequenas proporções biotita, anfibólio, titanita, zircão, apatita e minerais opacos. Uma foliação de fluxo magmático é observada. O geossítio está inserido no Granito de Acari, correlacionado as rochas da Suíte Intrusiva Itaporanga, tendo sido datado, pelo método U-Pb (em zircão), em 577 milhões de anos.

Associado a estas rochas ocorrem enclaves máficos de composição diorítica, de textura fina a média, de cor preta, contendo plagioclásio, quartzo, biotita, anfibólio e fenocristais de K-feldspato capturado do granito. Estes enclaves são correlacionáveis as rochas da Suíte Intrusiva São João do Sabugi e que possuem idade (U-Pb em zircão) de 579 milhões de anos.

Este geossítio é muito visitado por estudantes de graduação em geologia de instituições como UFRN, IFRN, IFPB, UFCG e UFPE, bem como é parada de excursões científicas (Figuras 70 a 74) (Jardim et al, 1986; Legrand et al, 1991; Jardim de Sá, 1994).